Imprensa de Mogi das Cruzes destaca mapeamento de áreas de risco do IPT

Após dois dias de vistorias técnicas, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) apontou a existência de 11 áreas de risco na cidade de Mogi das Cruzes, no Alto Tietê paulista. O mapeamento foi destaque da imprensa regional, com reportagens em jornais como o Diário de Mogi e o Mogi News, além da TV Diário, afiliada da rede Globo na região.

O mapeamento completo será divulgado no próximo mês e disponibilizado para as Defesas Civis do Estado e do Município. Marcelo Gramani, pesquisador do IPT, foi entrevistado pelos veículos, adiantando que “a maioria das regiões mogianas identificadas, em especial as que se encaixam na condição de escorregamento, apresenta risco alto”. O IPT classifica os locais em quatro níveis de risco: baixo, médio, alto e muito alto. Além desses, existem também as situações de risco iminente.