IPT ganha reportagem e destaque na capa do Valor Econômico

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) foi um dos destaques da edição de 25 de julho do jornal Valor Econômico. A matéria, com cerca de meia página, traz entrevista com o diretor-presidente do IPT, Fernando Landgraf, com foco nos projetos de inovação do Instituto.

A reportagem informa sobre a assinatura de dez contratos de prestação de serviços entre o Instituto e empresas privadas, totalizando R$ 23,4 milhões. São projetos voltados para pesquisa e inovações nas áreas de biotecnologia, nanotecnologia e biomanufatura.

Landgraf informa sobre o crescimento da receita do Instituto oriunda do setor privado. “Entre 2008 e 2012, a receita originada com projetos de inovação passou de 12% para 21% da receita total do IPT. Neste ano, a receita com inovação vai chegar a 23% da receita total.”

valor economico_Impresso_25.07

Revista Veja destaca pesquisa em bolas de Copas no túnel de vento do IPT

A principal revista semanal do país – Veja – publicou reportagem sobre estudos feitos no túnel de vento do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) com as bolas da Copa do Mundo de 2010 (a Jabulane) e da Copa das Confederações deste ano (a Cafusa). A matéria traz entrevista com Gilder Nader, pesquisador do IPT. “Buscando incentivar o número de gols marcados nas partidas, as bolas estavam ficando cada vez mais velozes.”, afirma o estudioso.

Porém, devido às críticas de goleiros referentes à bola do mundial na África do Sul, os pesquisadores do IPT colocaram ambas as esferas no túnel de vento do Instituto e realizaram uma bateria de exames.  Os testes comprovaram que a Cafusa, com 32 gomos, é mais estável que sua antecessora, mantendo-se na trajetória mesmo em chutes mais fortes.

 

Veja IPT

Jornal da Globo destaca mestrado profissional do IPT

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) mais uma vez é destaque na imprensa nacional. O Jornal da Globo de 8 de maio veiculou reportagem que aborda os cursos de mestrado profissional da instituição, voltados para aplicações práticas em empresas.  Em entrevista à repórter Carla Modena, o coordenador de mestrados profissionais do IPT, Eduardo Machado, afirma que este tipo de curso atrai quem já está no mercado de trabalho e quer ampliar os conhecimentos. “Eles trazem soluções inovadoras dentro do contexto da própria empresa.”

A reportagem informa que o Instituto tem mestrado de Engenharia de Computação, de Processos Industriais e de Habitação. Cita também o exemplo do químico Fernando Soares de Lima, que acaba de defender sua tese em curso do IPT. Ele desenvolveu uma substância que confere aos tecidos a propriedade de controle térmico, podendo ser usada em roupas e estofados. O químico aprova a experiência de mestrado profissional. “O mais bacana é isso, é perceber que o produto que você desenvolveu tem uma aplicação, e que vai ajudar na vida das pessoas”, afirma Lima.

Valor Econômico publica entrevista com o presidente do IPT

Em reportagem sobre a criação da Empresa Brasileira para Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), o jornal Valor Econômico entrevistou o presidente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Fernando Landgraf. O IPT está entre as três entidades de pesquisas credenciadas pela Embrapii para desenvolver atividades inovadoras.

A matéria destaca que, no Instituto, os principais projetos em andamento incluem a produção de matéria-prima para fabricação de coletores solares fotovotálticos, destinados à geração de energia elétrica. O quilo desta matéria-prima tem preço médio de mercado de U$ 30, enquanto o similar metalúrgico custa R$ 2. “A atividade vai agregar valor à indústria produtora”, afirma Landgraf.

ValorEconomico19042013

Imprensa de Mogi das Cruzes destaca mapeamento de áreas de risco do IPT

Após dois dias de vistorias técnicas, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) apontou a existência de 11 áreas de risco na cidade de Mogi das Cruzes, no Alto Tietê paulista. O mapeamento foi destaque da imprensa regional, com reportagens em jornais como o Diário de Mogi e o Mogi News, além da TV Diário, afiliada da rede Globo na região.

O mapeamento completo será divulgado no próximo mês e disponibilizado para as Defesas Civis do Estado e do Município. Marcelo Gramani, pesquisador do IPT, foi entrevistado pelos veículos, adiantando que “a maioria das regiões mogianas identificadas, em especial as que se encaixam na condição de escorregamento, apresenta risco alto”. O IPT classifica os locais em quatro níveis de risco: baixo, médio, alto e muito alto. Além desses, existem também as situações de risco iminente.

Pesquisador do IPT é entrevistado pelo Jornal Hoje

O Jornal Hoje, da TV Globo, veiculou em 4 de abril reportagem sobre o trabalho desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para averiguar os equipamentos que mais consomem energia elétrica nas residências.

O pesquisador Mário Leite demonstrou como economizar gastos com os aparelhos domésticos. Foi apresentado um aparelho que calcula a potência de cada equipamento e eletrodoméstico, depois relaciona com o tempo de uso. “Uma televisão ligada durante seis horas por dia tem o consumo de 3,6 KW/h, que vai custar R$ 1,60 por mês”, diz pesquisador.

Mário Leite ainda comenta que o mais preocupante em uma cozinha é a geladeira, que fica ligada durante 24h por dia, o que gera um custo aproximado de R$ 21,07 por mês, chegando a ser 10% de uma conta familiar média de R$ 200,00.