Feira de Ciências das Escolas Estaduais de São Paulo é tema do jornal O Estado de S. Paulo

A 3ª Feira de Ciências das Escolas Estaduais de São Paulo (FeCEESP), projeto da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo em parceria com a United Way Brasil, é tema da edição de 23 de maio, do caderno Metrópole, do jornal O Estado de S. Paulo.

A Feira tem como objetivo procurar talentos da rede estadual nas áreas de tecnologia, sustentabilidade, empreendedorismo científico, entre outras. O veículo destacou o prêmio conquistado pelo aluno Jonathan Felipe da Silva Santos que, na época em que era interno da Fundação Casa, durante as aulas de Química, desenvolveu um projeto de ciências e descobriu que a sua vida poderia ser diferente. Sob orientação da professora de Química, Andrea Chiarioni, o estudante montou um corretor para a acidez do solo com resíduos de giz de lousa. O projeto ficou entre os seis finalistas de toda a rede estadual de ensino de São Paulo e ele ganhou o prêmio de aluno revelação.

Andrea contou que o projeto surgiu da curiosidade do estudante: “Eu disse que o giz tinha propriedades que poderiam corrigir o solo e ele perguntou se poderíamos tentar (fazer um experimento em sala)”. Hoje, aos 18 anos e fora da Fundação há 3 meses, o estudante voltou a estudar na sua antiga escola estadual em Araçatuba, interior de São Paulo. Está cursando o 2º ano do Ensino Médio e quer cursar Medicina Veterinária. “Antes, o máximo que pensava para mim era terminar a escola e conseguir qualquer emprego. Agora, só penso em continuar estudando, porque vi que é legal”, finaliza Jonathan.

Confira a matéria na íntegra:

Educacao_O Estado de S. Paulo_23.05.2016