Folha de S. Paulo recomenda o DVD do documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro”

O jornal Folha de S. Paulo destaca o DVD do documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” em seu Guia mensal de livros, discos e filmes. Lançado pelo Selo Sesc e dirigido por Carlos Nader, o material, gravado poucos meses antes da morte do documentarista, coloca Coutinho em frente às câmeras, não atrás, como sempre trabalhou. Nader utiliza o chamado método “coutiniano”, ou seja, liga a câmera e se preocupa apenas em entrevistar o documentarista. Além disso, reúne na empreitada a própria equipe de Coutinho, do eletricista à montadora.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa do Selo Sesc e “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” contou com ampla divulgação da mídia.

Guia Mensal da Folha - 25.04.2015

Revista Isto É destaca documentário sobre Eduardo Coutinho lançado pelo Selo Sesc

Dirigido por Carlos Nader e lançado em DVD pelo Selo Sesc, o documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” é destaque na revista Isto É. Na obra, com duração de 73 minutos, o documentarista Eduardo Coutinho é colocado diante das câmeras e expõe a sua metodologia de trabalho enquanto comenta cenas de suas principais obras.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa do Selo Sesc, braço do Sesc São Paulo. Com o novo lançamento, o Selo Sesc amplia seu rico acervo de obras representativas do que há de melhor na área cultural brasileira.

Isto E  15.04.15_zoom

Documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” está na revista Veja

O filme “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” ganhou destaque em diversos veículos de mídia. As revistas Veja, Veja São Paulo e Época, além da coluna da jornalista Mônica Bergamo, no jornal Folha de S. Paulo, noticiaram o lançamento do DVD, pelo Selo Sesc.

O documentário, dirigido por Carlos Nader, inverte os papéis e coloca Eduardo Coutinho, morto em 2014, como personagem principal. Em 73 minutos de entrevista-depoimento, o cineasta conta curiosidades sobre sua vida por atrás das câmeras.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela Assessoria de imprensa do Selo Sesc.

Veja

 

 

Documentário sobre Eduardo Coutinho é destaque nos guias dos jornais Estadão e Folha de S. Paulo

O documentário dirigido por Carlos Nader em que coloca o documentarista Eduardo Coutinho diante das câmeras, “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro”, é destaque nos guias Divirta-se, do jornal O Estado de S. Paulo, e o Guia Folha, da Folha de S. Paulo, desta semana. O DVD do filme foi lançado na quarta-feira, dia 25, pelo Selo Sesc, e está em exibição no Espaço Itaú da rua Augusta, em São Paulo, e em mais  quatro unidades da rede pelo Brasil.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa do Selo Sesc, braço do Sesc São Paulo. Com o novo lançamento, o Selo Sesc amplia seu rico acervo de obras representativas do que há de melhor na área cultural brasileira.

Guia da Folha_Folha de S. Paulo_27.03.15

 

Guia Divirta-se_O Estado de S. Paulo_27.03.15

Lançamento do Selo Sesc tem meia página no Estadão

O lançamento do DVD “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro”, produzido pelo Selo Sesc, é tema de reportagem no jornal O Estado de S. Paulo de 25 de março.  A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa do Selo Sesc. Em meia página do Caderno 2, o jornal aborda os bastidores e a origem do documentário que homenageia Eduardo Coutinho, morto em 2014.

A matéria traz também entrevistas com o diretor da obra, Carlos Nader, e João Moreira Salles, amigo de Coutinho.

O lançamento do DVD também foi destaque no jornal Valor Econômico, em suas versões impressa e online, no programa Domingão do Faustão, da TV Globo, e nos sites Rolling Stone, Brasileiros, Glamurama, entre outros.

Confira a matéria online na íntegra aqui 

O Estado de S. Paulo_25.03.2015

Documentário do Selo Sesc ganha espaço na Folha

O jornal Folha de S. Paulo traz no caderno Ilustrada amplo texto de um dos mais importantes críticos de cinema do país, Inácio Araujo, sobre o documentário “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro”, dirigido por Carlos Nader e produzido pelo Selo Sesc.

No documentário, Coutinho sai de trás e passa para frente da câmera, sendo entrevistado por Nader. Em sua crítica sobre o filme, Araujo afirma: “Como resultado, o que vemos não é bem uma entrevista, nem um encontro, mas a eclosão desse momento formidável em que as palavras e coisas coincidem, porque já não são palavras ou coisas, mas, digamos, imagens-ideias.”

Folha de S. Paulo - 21.02.2014