Diário de S. Paulo ressalta programa de valorização de professores em SP

O jornal Diário de S. Paulo tratou em seu editorial do último sábado, 5 de julho, sobre o programa da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo que valoriza o trabalho de professores. Ao longo da carreira acadêmica, os profissionais que atualizarem seus currículos (com pós-graduação, mestrado, doutorado ou extensão universitária), participarem de cursos de aprimoramento ou realizarem projetos para melhorias na educação poderão aumentar em até 5% o valor salarial.

Segundo o jornal, “o segredo desse modelo de remuneração está no comprometimento. Para aspirar melhor salário, o professor vai ter que se empenhar, melhorando sua preparação, aumentando seu repertório de conhecimento”. “É bom saber que a política da meritocracia, tão eficazmente sedimentada na iniciativa privada, começa  a tomar corpo no funcionalismo”, comenta.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo tem sua Comunicação coordenada pela Atelier.

Diário de S. Paulo

Valorização de professores é destaque nos jornais Diário e Agora São Paulo

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo está com um novo plano de crescimento profissional para os professores, diretores e supervisores da rede. Títulos acadêmicos, projetos pedagógicos e outras iniciativas que melhorem a atuação dos profissionais de ensino podem render até 5% de aumento no salário. A pauta é notícia de destaque nos jornais Diário de São Paulo e Agora São Paulo.

O secretário da Educação, Herman Voorwald, explica ao Diário: “Desde o início da gestão, a preocupação da secretaria é de implementar políticas públicas visando à educação paulista de qualidade e a valorização dos profissionais tem pautado o nosso trabalho. Um dos resultados é o aumento em 45% dos salários dos servidores da rede estadual em quatro anos, 7% deles concedidos a mais de 400 mil funcionários neste mês”.

O Agora São Paulo detalha como funciona o projeto e informa que os profissionais ganham pontos por cada curso de formação, pós-graduação, mestrado, doutorado ou extensão universitária. Um curso de extensão universitária, por exemplo, com mais de 180 horas, rende até nove pontos. Iniciativas que melhorem a prática pedagógica, gestão ou supervisão educacional contam pontos.

A Secretaria de Estado da Educação tem sua área de Comunicação coordenada pela Atelier de Imagem e Comunicação.

Agora São Paulo

Jornal Agora 04 07 2014

 

Diário de S. Paulo Jornal Diario de SP 04 07 2014

Bônus 2014 da Secretaria de Educação do Estado é manchete do Diário de SP

O jornal Diário de S. Paulo, de 28 de março de 2014, destacou em sua manchete o pagamento de bônus por merecimento a cerca de 255 mil servidores da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Deste total, 206,6 mil são professores. O pagamento faz parte da política de valorização por mérito, que beneficia os funcionários das escolas que atingiram as metas estabelecidas pelo Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo).

Segundo a Secretaria, o bônus será depositado na segunda-feira e representará um desembolso de R$ 700 milhões para a pasta.

A notícia também ganhou chamada de capa no jornal Agora São Paulo. Na matéria de mais de meia página, o veículo explica a mudança de cálculo para o pagamento do bônus, que neste ano irá levar em conta as condições socioeconômicas das escolas.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela área de Comunicação da Secretaria.

Capa_e_materia_Diario_SP