A importância da informação na era da comunicação de causa

Sete em cada 10 dos maiores desejos dos brasileiros estão ligados a uma vida mais sustentável, segundo dados do Instituto Akatu 2018. A pesquisa ainda revela que 48% dos consumidores preferem comprar produtos feitos com materiais recicláveis. A predileção aumenta se as empresas estiverem envolvidas com alguma causa, com adesão de 82% dos consumidores, segundo um estudo do Ipsos Global Reputation Centre. Na medida em que cresce a preocupação dos consumidores no que tange questões ambientais, dispara também o interesse por informações sobre o tema. Mais do que isso: a necessidade de encontrar conteúdos de qualidade e, principalmente, confiáveis sobre o assunto.

 

 

Considerando o acelerado desenvolvimento da comunicação em escala global, principalmente pelo encontro e acesso das pessoas à tecnologia e pela rapidez com que a informação circula na era digital, comunicar com responsabilidade é o grande desafio. Quando o assunto são causas, o buraco é ainda mais em baixo. Portanto, apresentar soluções, propor debates, conscientizar, sensibilizar, engajar e informar são algumas das palavras-chaves na produção de conteúdo.

 

Algumas datas são propícias para isso. Como hoje, 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) na Conferência de Estocolmo, o dia tem como principal objetivo chamar a atenção de todas as esferas da população para as questões ambientais ao redor do mundo. No entanto, a falta de informação segue sendo um dos principais obstáculos: 66% dos brasileiros afirmam saber pouco ou nada sobre a coleta seletiva, segundo uma pesquisa do Ibope, feita em parceria com a Ambev.

Informação a favor do meio ambiente

Enquanto ilhas desaparecem do mapa como efeito das alterações do clima e o número de animais em risco de extinção dobra em menos de dez anos, a temática “meio ambiente” ganha força. Ela está entre os 37 temas que pautam as organizações com propósito neste ano, de acordo com estudo da agência Cause. E também é motivo de inquietação de 88% dos entrevistados do Ibope, que declararam preocupação com o assunto.

 

 

Não à toa que, em 1992, a Agenda 21, instrumento de planejamento participativo que visa o desenvolvimento sustentável, colocou a informação e a conscientização da sociedade em evidência. A começar por desmistificar a palavra “sustentabilidade”, uma comunicação competente tende a consolidar o conceito e eliminar a ideia de que ser sustentável é uma atitude pontual ou apenas ambiental.

 

Além disso, a responsabilidade em disponibilizar informações que conscientizem sobre uma mudança de postura e não deixe dúvidas a respeito do processo é o ponto de partida para uma educação ambiental. É fundamental que ela seja pautada em uma linguagem objetiva, permitindo que os receptores da mensagem se tornem também agentes da mudança.

 

Estudar a questão ambiental, buscar especialistas na área, participar de eventos, avaliar pesquisas e estudos, pautar o tema e levar esclarecimento são alguns dos exercícios que o produtor de conteúdo deve realizar para criação de um material de qualidade. Além de visar à transformação, a comunicação está diretamente ligada a um compromisso ético com a atual e as futuras gerações, o que implica informar a respeito do meio ambiente, que pede socorro e atenção.

 

Por ter como foco a mudança de hábito, a produção de conteúdo de qualidade relacionada às causas ambientais é, para além de um bom trabalho de comunicação, uma ação de cidadania. Juntos podemos, sim, transformar!

Agência classificada!

 

A Atelier de Imagem e Comunicação está na segunda fase de votação para o Prêmio Top Mega Brasil.

Primeiramente, obrigada pelos votos. E agora é hora de irmos além. Precisamos votar mais uma vez!

A Atelier concorre nas categorias Nacional e Sudeste.

Nesta fase de votação, há opções pré-estabelecidas. É só selecionar “Atelier de Imagem e Comunicação” nas duas categorias e “Ronaldo Tenório” na categoria Nacional.

Importante: é preciso selecionar todas as opções antes de confirmar o voto.

Quem ainda não está cadastrado precisa enviar mensagem para premio@maxpress.com.br, identificando-se profissionalmente. A inclusão será automática e na remessa seguinte o interessado receberá link para votação.

Vamos lá, de novo?