Entrevista com presidente da Embrapii ganha duas páginas no Brasil Econômico

O jornal Brasil Econômico de 19 de março traz extensa entrevista, em duas páginas inteiras, com o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), João Fernando Gomes de Oliveira.

A Atelier de Imagem e Comunicação é responsável pela assessoria de imprensa da Embrapii.

Entre outros assuntos abordados pelo veículo, João Fernando fala sobre captação de recursos, metas da instituição para 2015 e das dificuldades encontradas em relação ao investimento em inovação no país. “As empresas têm aversão ao risco, os instrumentos que são oferecidos a elas são apenas de redução de custos, o que leva ao desânimo”. E completa: “esses são pontos que a Embrapii tenta equacionar, mostrando quais são os melhores centros de pesquisa que operam com padrões de excelência operacional”.

João Fernando finaliza a entrevista apostando numa mudança positiva por parte da indústria de produção em relação à inovação no Brasil. “Nosso pensamento na Embrapii é que a competitividade da indústria brasileira depende de uma lista gigantesca de fatores, mas a capacidade inovadora pode se sobrepor a uma série deles. Na nossa cabeça, podemos dizer que daqui a seis anos vamos ter muita novidade boa”.

Confira a entrevista na íntegra na versão impressa e online.

Brasil Economico_19.03.2015

Série Arquiteturas, do SescTV, é destaque na imprensa nacional

Dirigida pelo jornalista Paulo Markun e pelo cineasta Sérgio Roizenblit, a série Arquiteturas ganhou espaço da mídia brasileira. Foram cerca de 50 veículos – entre jornais, sites e rádios – que divulgaram o lançamento da série que será veiculada pelo SescTV, a partir do dia 27, às 21h.

Os jornais Valor Econômico e Brasil Econômico publicaram amplas reportagens sobre o assunto, por exemplo. Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo também produziram textos. Rádios de São Paulo e Rio de Janeiro deram destaque ao assunto, o mesmo que sites de todo o Brasil.

Os 13 programas semanais da série Arquiteturas mostrarão em detalhes obras arquitetônicas que têm como função o convívio de pessoas, o uso coletivo. Com depoimentos e aprofundamento nas técnicas de renomados arquitetos nacionais – Paulo Mendes da Rocha, Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e João Batista Vilanova Artigas, por exemplo -, a série abordará construções em Minas Gerais, Distrito Federal, São Paulo, Pará, Goiás e Rio de Janeiro.

BrasilEconomico19042013

Gabriel Rossi é destaque novamente do Brasil Econômico

O estrategista em marketing digital Gabriel Rossi está novamente nas páginas do Brasil Econômico. Na reportagem “Após Fonte Nova, grupo Petrópolis está de olho em estádio de Pernambuco”, ele indica que a estratégia de “name rights” em estádios de futebol é acertada. O grupo Petrópolis, dono da marca Itaipava, acaba de acertar o patrocínio do estádio Fonte Nova, em Salvador, na Bahia. E já pensa na segunda oportunidade, em Pernambuco

“O investimento neste tipo de patrocínio é justamente uma ação eficaz para se aproximar do público regional e traz resultados no médio e longo prazos”, disse Rossi, lembrando a oportunidade da Copa das Confederações e da Copa do Mundo para as empresas nacionais.

brasil-economico05042013

Gabriel Rossi fala sobre o caso Ades para o Brasil Econômico

Reportagem sobre a crise enfrentada pela empresa Unilever após anunciar o recall de um lote da bebida Ades – por problemas de contaminação do produto – contou com entrevista do estrategista em marketing Gabriel Rossi. A matéria foi publicada em 22 de março.

Rossi explicou que a primeira ação de uma empresa que enfrenta esse tipo de problema deve ser oferecer uma resposta rápida e manter uma postura de transparência com os clientes. “O que acontece na maior parte das vezes é que as empresas emitem comunicados frios e se fecham até a ‘poeira baixar’, dando espaço para especulações”, relata no texto.

O estrategista contou ainda que, apesar de as empresas terem equipes de gestão de crise, o desafio de acompanhar de perto ou controlar o fluxo de informação na internet é quase impossível. “Hoje o cliente consegue reclamar ou denunciar um problema em tempo real, de qualquer lugar, com um celular”. Confira na íntegra:

brasileconomico22032013